23
jun
05

A Maicrosoft me deixou burro, muito burro demais… (ô! ô! ô!)

Esta foi uma imagem histórica. Até então, nosso antigo hospedador de blog não hospedava imagens, e passou a fazê-lo depois deste ponto. A WordPress, que a gente saiba, nunca teve esse inconveniente.Resolvi refazer este poste, que ficou uma porcaria. Falando em bom português (ora pois) o lance é o seguinte. Os meus saites na Internete eram editados por um tal de Maicrosoft FrontPeixe, que apesar de sua acessibilidade e operação intuitiva, não era visto com bons olhos pelos Hebe-desaigners. E atendendo a milhares de pedidos, resolvi mudar par outro softuéar (parente do sârfuéar e do Samuér), o assim denominado DrimUíver, da Macromídia. Um software bem mais hermético, feito, quem sabe, para o uso de seus próprios desenvolvedores, mas que tem uma capacidade muito curiosa: a de mostrar que, incrivelmente, os sites feitos com o supracitado FrontPeixe ficam… cheios de falhas!! É tague sobrando pra lá, é tague aberta pra cá, e embora esses defeitos não costumem aparecer nos bráusers, quando você, meu amigo telespectador, acessa os nossos saites, me parece que para alguém, em algum lugar, quem sabe com um bráuser menos conhecido, esses defeitos possam fazer alguma diferença. O programa tem, inclusive, a capacidade de corrigir um defeito do NetScape, que faz as letras ficarem mudando de tamanho, sem mais, nem menos, no meio do texto.
Além deste, estou comendo capim, enxugando gelo e empurrando caminhão da Escânia ladeira acima com outro softuéar, o
Fleche. Um softuéar com uma capacidade interessante: a de, quem sabe, levar à fama os que sabem utilizá-lo corretamente. O que nunca phoi o meu caso, mas é o caso de quem fez “La História del Mamut”, “A Baratinha”, “Daileon”, “Otto nas Olimpíadas”, “Havaiana de Pau”, “Anabolyzé-Belt” (ri pra caramba com esse) etc., enfim, esses verdadeiros eugênios da história da humanidade humana.
E estou pagando os meus pecados tentando aprender a utilizar ele, o indomável, o inexprimível e inexplicável Fleche. Não é fácil. “Oh, profundidade das profundidades…” Mas eu quero ao menos morrer tentando, pelo menos caso isso aconteça, os meus irmãos vão ter um quarto a mais aqui em casa… Um grande abraço, fique com Deus e até amanhã.

P.S.: Obrigado, Antigo Servidor de Blog! A partir de agora, imagens hospedadas diretamente aqui. Mas ainda continuarei a usar o ImageShack para imagens que eu queira que as pessoas fiquem fazendo links remotos por aí, nos fóruns da vida.


2 Responses to “A Maicrosoft me deixou burro, muito burro demais… (ô! ô! ô!)”


  1. 1 goiana
    15 de setembro de 2009 às 3:22 pm

    A maicrosoft tem site brasileiro (com.br) ?

    > Que endereço de E-Mail esquisito é esse? Cês não são os caras que querem passar na passarela da Record querendo me zoar, não?…


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


VOCÊ CONHECE A FITA VHS “AS GAFES DA GLOBO EM 84”?

Conhece? Tem? Sabe quem tem? Já viu? Clique aqui.

Igor C. Barros Cartoons, o Blog

Feliz 2013! Este é o nosso blog secundário, porquê atendemos atualmente no Tumblr. Só que a compra do Tumblr pelo Yahoo! fez muita gente espontaneamente criar blogs da Wordpress. Seja como for, este blog está semi-de volta, só que diferente, despolitizado, mais maduro, mais velho, mais gordo, com menos cabelos, MAS com os mesmos sonhos:
"Fazer séries de desenho animado em grandes pólos produtores (EUA, Canadá, Japão, Filipinas, México) para que elas, com a máxima qualidade, possam também estar no Brasil, misturando-se às séries que vem do exterior, sem submeter-se aos ditames que regeriam o roteiro de um produto 100% nacional."
"Produzir músicas e/ou podcasts com qualidade equivalente a dos grandes estúdios para download ou streaming na Internet."

A Salt Cover? Desde 2010 ela é composta de mais pessoas além de mim, e atende em www.saltcover.com.br! Está sendo um tanto maltratada pelos nossos trabalhos na vida real, que sustentam o leitinho das crianças, mas está aí, e não morre quem peleia!

Crianças, que dia é hoje? 5:60!

junho 2005
D S T Q Q S S
« maio   jul »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Arquivos Mort… digo, vivos (afinal, estamos na Wordpress)

As últimas do Twitter

Tá com dinheiro sobrando?

Sabe uma coisa que você pode fazer com ele? Doar para o Criança Esperança. Não é piada: pela Internet, você pode doar 24 horas e 365 dias por ano!!! E sem o Aragão te enchendo os pacovás! Duvida? Clique aqui!!

Este blog não é o seu genro, mas é bem visitado

  • 190,536 pessoas nos visitaram e filaram a bóia

ATENÇÃO À DATA DA POSTAGEM

Este blog tem textos escritos desde 2004, e muitos dos links deles ou até mesmo suas informações podem não ser mais válidas.
Eu sei que infelizmente você veio aqui justamente por causa disso, é o Gôógle que é sem noção mesmo. Aproveite que você está aqui, clique no banner lá em cima e veja os posts mais recentes!

Só pra constar, viu

Agora aqui na WP, na página Míusiqui, as músicas que embalaram uma geração, pra você e todo mundo cantar junto! Essas e muitas outras você só ouve na Rádio Salt Cover, mesmo porquê a rádio clandestina da sua quebrada tem um nome a zelar.
Em breve, confira também o nosso perfil no DeviantArt, onde você finalmente vai entender porquê este blog se chama Igor C. Barros Cartoons...

%d blogueiros gostam disto: