13
fev
06

Pra variar… música: Blitz

Antes de mais nada, eu queria pedir desculpas porquê o Blogger de uma hora para outra ficou alérgico ao truque que eu usava para diminuir o espaçamento entre as linhas, e este post portanto ficará praticamente ilegível – mas leiam o post anterior, que é duca. Vamos lá:
Há um grupo brasileiro muito querido por mim. A banda Blitz, formada em 1982, marcou a minha infância, e até hoje eu me revolto porquê ao invés de perder tempo assistindo Pica-Pau no SBT (que seria completamente reprisado nos 25 anos seguintes), eu não ligava no FM, não comprava o LP deles – sei lá, pra um cara que sofreria com os xingamentos dos colegas por não curtir heavy metal, melhor do que os do Balão Mágico (a propósito, nunca tive nenhum deles! Só conheci a obra discográfica deles graças aos P2P da vida.)

Infelizmente a Blitz sofre com os homônimos nos buscadores, principalmente de EUA (onde “Balroom Blitz” é um clássico do rock) e da Alemanha, país de origem da palavra que é o nome da banda. Se você buscar por “Blitz”, vai ver menos de 3% de citações a banda de Evandro Mesquita, e a maioria delas só dos dois maiores sucessos, “Você não soube me amar” e “Mais uma de amor”. A propósito, informação constante do site oficial da banda: “Você não soube…” foi lançada apenas em compacto, e era um vinil com apenas UM LADO!!! O lado B trazia uma espécie de sample da frase com eco “Nada, nada, nada!…” E isso vendeu pra caramba.

La canzión a seguir, portanto, foi uma raridade. E eu achei impressionante uma coisa: a capacidade do pessoal em contar histórias através de músicas. Meu, quem disser que Blitz é “pop descartável” agora vai levar polrada – e olha que eu sou péssimo nisso! Os caras eram artistas!! Vamos todos cantar no chuveiro! É um, é dois, é…

GREG E SUA GANG
(Evandro Mesquita / Chacal / Guto)

Greg e sua gang
Perturbam a paz
Nas ruas de um bairro operário
Greg e sua gang
Mergulham atrás
Do mágico e do visionário.

Essa é mais uma noite
Como muitas outras noites iguais
O greg aperta uma morra e torra lá
Sentado bem na beira do cais
Alguém assobia uma canção
E outro alguém sabe que esse é os sinal
O greg puxa a faca
E de repente ataca
E a gang então divide uma maçã

Greg e sua gang
Já esperaram demais
Vivendo a vida ao contrário
Greg e sua gang
Sempre correm atrás
De um mundo revolucionário

Nas escadas de uma obra
O greg trepa com uma mulher
A gang vê
E a lua bate um brilho
Brilha os olhos
E todo mundo quer
Alguém assobia uma canção
E outro alguém sabe que esse é os sinal
O greg eles cercaram
E todas as saídas
E o cais é o nosso ponto de partida

Alguém assobia uma canção
E outro alguém sabe que esse é os sinal
Vocês ainda vão
Ouvir falar do cais
Em todas as manchetes dos jornais
Se liga greg… uau

Greg e sua gang
Os donos do cais
Do porto do imaginário
A gang do greg
Está fora das leis
Que regem esse mundo otário

Greg e sua gang
Perturbam a paz
Nas ruas de um bairro operário

Gostaram da música-úsica-úsica?… (© Repórter Vesgo). Pois é. Só uma pena que o site do qual eu peguei a letra não me esclarece porquê no final, quando eles cantam em inglês, eles traduzem o refrão como “Rolling with the punches/ They follow the blind, the magic and the visionary”. Tipo assim, hã?! Enfim, uma explosão de criatividade que, pra mim, os únicos que também chegaram lá foram os Mamonas.
Agora vem o mais incrível: A banda está na ativa. Depois de ensaiarem uma volta lá pelos idos de 1994 (quando lançaram a música-tema do governo brasileiro “Quem tem põe, quem não tem, tem que tirar”), os três integrantes masculinos da banda estão fazendo shows onde cantam seus sucessos.
E é aí que eu queria tecer um comentário: Em 1994 a banda apostou todas as suas fichas em ser uma “banda ao vivo” e… caiu do cavalo. Eu me perguntava: mas isso aí é a Blitz?! Parecia que, nessa volta, esqueceram de chamar o produtor…
Não sei como eles estão agora – inclusive eles estão para lançar um CD, “Blitz com Vida”, pela EMI. Mas só sei de uma coisa: esta geração merece conhecer as canções da Blitz brasileira, que estão muito acima de qualquer mediocridade.

Anúncios

5 Responses to “Pra variar… música: Blitz”


  1. 1 Anonymous
    13 de fevereiro de 2006 às 9:06 pm

    Ta podendo hein Igor! Fez o site em espanhol também! Só falta em mandarim pra pegar quase um terço da populacao mundial. Mas vc ta correto. Acho que muito mais sites deviam ter suas versões em ingles e em outros idiomas
    . seria legal o Brasil se tornar uma potência na Internet, ja que em nada mais concegue, exceto futebol. Enquanto isso, a gente do Brasil mesmo fica esperando seus trabalhos. Não querendo te pressionar, pois eu sei que vc tem sua vida própria. Mas eu acredito que vc tem potencial pra fazer muito mais pelos sites. Bom, isso é tudo, desculpe o incomodo. Um abraço.

  2. 2 Igor C. Barros
    15 de fevereiro de 2006 às 10:57 am

    Caro Anônimo, não entendi muito bem o que você quis dizer… mas o site http://www.geocities.com/igorcbarros é totalmente dedicado ao mercado nacional. Um abraço, té+!

  3. 3 Anonymous
    18 de fevereiro de 2006 às 9:36 am

    Eu estava me referindo ao site http://www.igorcbarros.cjb.net, nao ao “Sem Medo de Ser Feliz”. E eu tava tentando te dar um incentivo a atualizar os sites, desculpe se isso te ofendeu de alguam forma.

  4. 4 Igor C. Barros
    18 de fevereiro de 2006 às 6:41 pm

    De maneira alguma! Na verdade penso até em mudar o visual da página incial do site dando mais destaque à lingua portuguesa mesmo. É que eu fiz aquela tela inicial toda pensando em convidar artistas estrangeiros que eu venha a conhecer na Internet a visitarem o site, só por isso.

  5. 14 de janeiro de 2009 às 8:35 pm

    Olá Igor, a muito tempo não entrava em seu blog, desde 2003 mais ou menos, quando você era fonte única sobre material inédito sobre chaves e chapolin.
    Bom, vim parar no seu blog novamente por causa dessa música da Blitz, e realmente, é difícil achar informações sobre a banda em qualquer site. Sobre essa música em especial, eu ainda estou pesquisando e me parece ser uma analogia, um uma “historinha” ao filme “e livro” Laranja mecânica. No filme é Alex o personagens principal, mas eu consigo visualizar pela imagem criada na letra um pouco do caos e do sentimento “arruaceiro” da Gang do filme. Um pouco inconseqüente, um pouco revolução, anárquico talvez… Não sei…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


VOCÊ CONHECE A FITA VHS “AS GAFES DA GLOBO EM 84”?

Conhece? Tem? Sabe quem tem? Já viu? Clique aqui.

Igor C. Barros Cartoons, o Blog

Feliz 2013! Este é o nosso blog secundário, porquê atendemos atualmente no Tumblr. Só que a compra do Tumblr pelo Yahoo! fez muita gente espontaneamente criar blogs da Wordpress. Seja como for, este blog está semi-de volta, só que diferente, despolitizado, mais maduro, mais velho, mais gordo, com menos cabelos, MAS com os mesmos sonhos:
"Fazer séries de desenho animado em grandes pólos produtores (EUA, Canadá, Japão, Filipinas, México) para que elas, com a máxima qualidade, possam também estar no Brasil, misturando-se às séries que vem do exterior, sem submeter-se aos ditames que regeriam o roteiro de um produto 100% nacional."
"Produzir músicas e/ou podcasts com qualidade equivalente a dos grandes estúdios para download ou streaming na Internet."

A Salt Cover? Desde 2010 ela é composta de mais pessoas além de mim, e atende em www.saltcover.com.br! Está sendo um tanto maltratada pelos nossos trabalhos na vida real, que sustentam o leitinho das crianças, mas está aí, e não morre quem peleia!

Crianças, que dia é hoje? 5:60!

fevereiro 2006
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728  

Arquivos Mort… digo, vivos (afinal, estamos na Wordpress)

As últimas do Twitter

Tá com dinheiro sobrando?

Sabe uma coisa que você pode fazer com ele? Doar para o Criança Esperança. Não é piada: pela Internet, você pode doar 24 horas e 365 dias por ano!!! E sem o Aragão te enchendo os pacovás! Duvida? Clique aqui!!

Este blog não é o seu genro, mas é bem visitado

  • 198,080 pessoas nos visitaram e filaram a bóia

ATENÇÃO À DATA DA POSTAGEM

Este blog tem textos escritos desde 2004, e muitos dos links deles ou até mesmo suas informações podem não ser mais válidas.
Eu sei que infelizmente você veio aqui justamente por causa disso, é o Gôógle que é sem noção mesmo. Aproveite que você está aqui, clique no banner lá em cima e veja os posts mais recentes!

Só pra constar, viu

Agora aqui na WP, na página Míusiqui, as músicas que embalaram uma geração, pra você e todo mundo cantar junto! Essas e muitas outras você só ouve na Rádio Salt Cover, mesmo porquê a rádio clandestina da sua quebrada tem um nome a zelar.
Em breve, confira também o nosso perfil no DeviantArt, onde você finalmente vai entender porquê este blog se chama Igor C. Barros Cartoons...

%d blogueiros gostam disto: