01
nov
06

Esse amor é azul, como o mar é azul… Ah, essas cores…

Não entendia muito bem porquê que algumas pessoas achavam os personagens em “Tiny Toon” coloridos demais a ponto de se incomodarem com isso. Eu vi há pouco tempo aquele comercial das explosões de tinta do televisor Sony Bravia e aquilo me incomodou. Muita gente (eu, inclusive) acha um tremendo mau gosto aqueles pintinhos verdes e cor-de-rosa vendidos em feiras, além de iniciativas semelhantes em poodles. Nos anos 80, nos EUA, uma dieta alimentar (totalmente bizarra e furada) fazia as pessoas se alimentarem somente de omeletes… mas o segredo da dieta era a cor deles, verde, que fazia as pessoas comerem pouco ou nada daquilo.
Nem cores sem saturação escapam: Michael Jackson apareceu branco quando lançou o álbum “Bad” e surpreendeu a todos. Na verdade ele tinha vitiligo, por isso cobria só uma das mãos com uma luva, anos antes.

É, pessoal. Muitas vezes, as cores também podem nos incomodar pra caramba, sobretudo quando presentes em locais inesperados. Em 1995, algumas pessoas ruivas na Suécia estavam ficando com os cabelos verdes por uma intoxicação de cobre na água. Aqui no Brasil, uma ninhada de boxers brancos chamou a atenção por um dos filhotes ter saído… hã… verde (na verdade, é por causa da placenta que, sei lá por quê, reage com o pêlo branco desses cães).
E agora, direto dos Estádios Unídios, um californiano chamado Paul Karason fez um tratamento com prata coloidal (que reveste o interior de filtros de água, aqueles de barro) que seria um tratamento “alternativo” contra dermatite, e acabou ficando… verde? Pior: azul. Segue o link pra matéria no IG. Além de passar a prata na pele, ele também a ingeriu.
A bem da verdade, não é bem azul, é um meio “cinza”, como o dos personagens do desenho Múmias Vivas. Mas que o cara arrumou sarna para se coçar nos anos que lhe restam, ah, isso arrumou. Segundo o FDA, ele estaria com argirismo (ou argiria) um descoloramento da pele na qual esta se torna acinzentada.

O que me lembra, desgraciadamente, algo que aconteceu há exatos 10 anos. Um dos programas de TV que mais me incomodou até hoje foi um Frugal Gourmet, em que Jeff Smith, para provar a importância das cores na cozinha, fez uma mesa repleta de alimentos cenográficos (boa parte deles não era mais comestível) todos azuis: pão, frango, ovos cozidos, vinho, macarrão, etc.
Não ciano, azul mesmo, como os personagens do vídeo que eu postei no 4Shared. Eles até que dá pra levar, já aquela mesa, pellamordeDeus, era horrível demais de ver aquilo…

Phalando sério (no próximo post falaremos engraçado, eu prometo), a prata coloidal foi vendida por muitos anos nos EUA de forma fraudulenta, prometendo curas de um monte de doenças. Aqueles anúncios totalmente “171” que apareciam em jornais e revistas não são exclusividade brasileira, portanto… O resultado foram pessoas acinzentadas ou completamente cinzas, a ponto de se recusarem a ser fotografadas até por jornais científicos! (segundo o site de Rosemary Jacobs, outra vítima da prata coloidal.) Todos com o mesmo problema de Paul Karason, agora.

Anúncios

0 Responses to “Esse amor é azul, como o mar é azul… Ah, essas cores…”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


VOCÊ CONHECE A FITA VHS “AS GAFES DA GLOBO EM 84”?

Conhece? Tem? Sabe quem tem? Já viu? Clique aqui.

Igor C. Barros Cartoons, o Blog

Feliz 2013! Este é o nosso blog secundário, porquê atendemos atualmente no Tumblr. Só que a compra do Tumblr pelo Yahoo! fez muita gente espontaneamente criar blogs da Wordpress. Seja como for, este blog está semi-de volta, só que diferente, despolitizado, mais maduro, mais velho, mais gordo, com menos cabelos, MAS com os mesmos sonhos:
"Fazer séries de desenho animado em grandes pólos produtores (EUA, Canadá, Japão, Filipinas, México) para que elas, com a máxima qualidade, possam também estar no Brasil, misturando-se às séries que vem do exterior, sem submeter-se aos ditames que regeriam o roteiro de um produto 100% nacional."
"Produzir músicas e/ou podcasts com qualidade equivalente a dos grandes estúdios para download ou streaming na Internet."

A Salt Cover? Desde 2010 ela é composta de mais pessoas além de mim, e atende em www.saltcover.com.br! Está sendo um tanto maltratada pelos nossos trabalhos na vida real, que sustentam o leitinho das crianças, mas está aí, e não morre quem peleia!

Crianças, que dia é hoje? 5:60!

novembro 2006
D S T Q Q S S
« out   dez »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Arquivos Mort… digo, vivos (afinal, estamos na Wordpress)

As últimas do Twitter

Tá com dinheiro sobrando?

Sabe uma coisa que você pode fazer com ele? Doar para o Criança Esperança. Não é piada: pela Internet, você pode doar 24 horas e 365 dias por ano!!! E sem o Aragão te enchendo os pacovás! Duvida? Clique aqui!!

Este blog não é o seu genro, mas é bem visitado

  • 195,904 pessoas nos visitaram e filaram a bóia

ATENÇÃO À DATA DA POSTAGEM

Este blog tem textos escritos desde 2004, e muitos dos links deles ou até mesmo suas informações podem não ser mais válidas.
Eu sei que infelizmente você veio aqui justamente por causa disso, é o Gôógle que é sem noção mesmo. Aproveite que você está aqui, clique no banner lá em cima e veja os posts mais recentes!

Só pra constar, viu

Agora aqui na WP, na página Míusiqui, as músicas que embalaram uma geração, pra você e todo mundo cantar junto! Essas e muitas outras você só ouve na Rádio Salt Cover, mesmo porquê a rádio clandestina da sua quebrada tem um nome a zelar.
Em breve, confira também o nosso perfil no DeviantArt, onde você finalmente vai entender porquê este blog se chama Igor C. Barros Cartoons...

%d blogueiros gostam disto: