07
maio
07

Na mesma praça, nos mesmos bancos…

Meu pai já teve contas em vários bancos – nos anos 70 e 80 isso era relativamente comum, mas o principal sempre foi o Bradesco. Não sei se o fato de minha mãe ser natural de Osasco, município onde fica a sede do banco, mas mais talvez pelo fato de que o Bradesco seja uma espécie de “Corinthians” dos bancos. A ponto de, para prestar atendimento aos clientes em locais públicos como shopping centers e supermercados, só bastarem terminais do Bradesco e do Banco 24 horas (com todos os demais concorrentes) pra atender mais de 70% dos clientes – a menos que você tenha cartão ou talão de cheques de um daqueles bancos “exóticos” cuja única agência no Brasil fica na Avenida Paulista, tipo o Chase Manhattan.
O Bradesco tem 3008 agências no país (só perde para o estatal Banco do Brasil, com 3155.). Muito provavelmente, qualquer das cinco mil e poucas cidades brasileiras, por menor que seja, tem agência ou de um, ou do outro (embora somente o Banco Real esteja presente em Fernando de Noronha, um dos lugares mais remotos desta nacción)

“Poisé”. Se tem dois lugares que eu já estive desde a minha tenra infância foram os trens do metrô e as agências do Bradesco… A mais nova campanha do banco é “120 razões para se tornar um cliente Bradesco”, com direito até a site próprio (http://www.120razoes.com.br).
Engraçado, eu tenho duas – ar condicionado defeituoso ou propositalmente fraco e philas (bichas, ô pá)- que sempre despertaram em mim o desejo de ser correntista de outro banco… Fora uns lances bem interessantes. Em 1985 o Bradesco foi o primeiro banco a lançar cartão de movimentação bancária, e eu me lembro que meses depois, o Itaú fez o mesmo. O que não me sai da cabeça é que aparentemente os terminais do Bradesco davam muito mais defeitos que os do Itaú… Mas pode ser só impressão, uma vez que alguém da minha família teria que ter conta no Itaú naquela época pra eu comparar direito os dois – uma tarefa um tanto ingrata para alguém com apenas 9 anos…
Chato? Com certeza. Mas, gente, a minha infância foi assim, repleta de lugares sensacionais para la crianzada: bancos, consultórios de psicólogos, médicos e advogados… Sonho até hoje em estar nos lugares que eu deveria ter estado: nos estúdios de televisão, no McDonald’s, na Disneyworld…

Anúncios

1 Response to “Na mesma praça, nos mesmos bancos…”


  1. 1 LOBO DO MAR
    8 de maio de 2007 às 4:21 am

    Caro Igor, o privilégio das filas e do ar condicionado fraco não pertence só ao BRADESCO,mas a todos os outros bancos, numa espécie de “purgatório bancário”, onde se paga pelos pecados que não cometeu (ou pelos gastos cometidos). Abraços.

    PS: Divulga seu blog no Youtube, nas legendas dos vídeos. Acredito que sua audiência vai aumentar.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


VOCÊ CONHECE A FITA VHS “AS GAFES DA GLOBO EM 84”?

Conhece? Tem? Sabe quem tem? Já viu? Clique aqui.

Igor C. Barros Cartoons, o Blog

Feliz 2013! Este é o nosso blog secundário, porquê atendemos atualmente no Tumblr. Só que a compra do Tumblr pelo Yahoo! fez muita gente espontaneamente criar blogs da Wordpress. Seja como for, este blog está semi-de volta, só que diferente, despolitizado, mais maduro, mais velho, mais gordo, com menos cabelos, MAS com os mesmos sonhos:
"Fazer séries de desenho animado em grandes pólos produtores (EUA, Canadá, Japão, Filipinas, México) para que elas, com a máxima qualidade, possam também estar no Brasil, misturando-se às séries que vem do exterior, sem submeter-se aos ditames que regeriam o roteiro de um produto 100% nacional."
"Produzir músicas e/ou podcasts com qualidade equivalente a dos grandes estúdios para download ou streaming na Internet."

A Salt Cover? Desde 2010 ela é composta de mais pessoas além de mim, e atende em www.saltcover.com.br! Está sendo um tanto maltratada pelos nossos trabalhos na vida real, que sustentam o leitinho das crianças, mas está aí, e não morre quem peleia!

Crianças, que dia é hoje? 5:60!

maio 2007
D S T Q Q S S
« abr   jun »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Arquivos Mort… digo, vivos (afinal, estamos na Wordpress)

As últimas do Twitter

Tá com dinheiro sobrando?

Sabe uma coisa que você pode fazer com ele? Doar para o Criança Esperança. Não é piada: pela Internet, você pode doar 24 horas e 365 dias por ano!!! E sem o Aragão te enchendo os pacovás! Duvida? Clique aqui!!

Este blog não é o seu genro, mas é bem visitado

  • 196,033 pessoas nos visitaram e filaram a bóia

ATENÇÃO À DATA DA POSTAGEM

Este blog tem textos escritos desde 2004, e muitos dos links deles ou até mesmo suas informações podem não ser mais válidas.
Eu sei que infelizmente você veio aqui justamente por causa disso, é o Gôógle que é sem noção mesmo. Aproveite que você está aqui, clique no banner lá em cima e veja os posts mais recentes!

Só pra constar, viu

Agora aqui na WP, na página Míusiqui, as músicas que embalaram uma geração, pra você e todo mundo cantar junto! Essas e muitas outras você só ouve na Rádio Salt Cover, mesmo porquê a rádio clandestina da sua quebrada tem um nome a zelar.
Em breve, confira também o nosso perfil no DeviantArt, onde você finalmente vai entender porquê este blog se chama Igor C. Barros Cartoons...

%d blogueiros gostam disto: