27
nov
08

Bozo Memória: Meu pai tinha um Opala

Acaba de ser lançado o livro “Opala, o carro que conquistou o Brasil”, de Paulo Cesar Sandler, da Editora Alaúde, nas melhores livrarias, coisa e tal.

Esse carro fez parte da minha vida, embora em um momento extremamente remoto. Quando o presidente ainda era Ernesto Geisel, o Papa ainda era Paulo VI e Elvis e John Lennon ainda estavam vivos, meu pai tinha um Corcel vermelho, do qual tenho lembranças remotas. Mas o carro que eu me lembro pra valer foi um Opala branco, modelo 78, não me lembro se as molduras dos faróis eram pretas ou prateadas. Só que, como meu pai não era exatamente rico, isso se deu durante os anos 80, mesmo… Não sei se naquela época já tinha esse lance de carro branco custar menos do que os outros, embora o pessoal fosse menos conservador do que hoje (PS: Por onde andam os Corsa 94 roxos, teal e amarelo-ovo? Nunca mais os vi…)
Acho que não valeria muito hoje, já que não tinha aquela pintura esportiva e tinha 2 lanternas de cada lado, na parte de trás (alguns tinham 3). Me lembro que tinha uns botões duros pra caramba  pra ligar o farol alto e outras coisas. Tinha uma espécie de “lustre” no meio do compartimento dos passageiros (hoje em dia os carros tem uma espécie de lanterna na frente do retrovisor, com bem mais utilidade). E, atencción, não tinha cinto de 3 pontos no banco da frente, era um cinto reto, como o dos bancos de trás. Não sei se teria que passar por alguma reforma para andar por aí hoje em dia.
Inphelizmente, apesar da minha idade provecta, não sei dirigir. É provável que eu dirija alguns desenhos animados antes de dirigir um carro. Ou uma moto. Ou uma lambreta de quatro rodas. Sei lá. Muitos tem filhos, outros tem cães, outros tem carros, não sei se conseguiria cuidar de sequer dois desses itens de cada vez… Mas, se eu tivesse condições, quem sabe o meu carro não seria um Opala? Ainda mais os de farol redondo, bem menos cobiçados que os de farol quadrado (os Opala 91/92 são difíceis de encontrar porquê são muito bons e os donos não vendem facilmente, não é qualquer carro que passa por essa situação!)

O Opala tem uma pá de curiosidades: trata-se de um carro idealizado pela General Motors… do Brasil. Assim como a Brasília, da Volks. Por ser um carro brazuca, ele não existe em games automobilísticos como Gran Turismo, ou quase isso, como GTA (nesse caso, este site dá um jeitinho brasileiro, na versão para PC de San Andreas.)
O nome não é por causa da pedra preciosa, é uma mistura dos nomes de dois outros carros da GM, Opel e Impala. E, caramba, 1992 foi realmente cheio de emoções (impeachment, Galaxy High passando na Globo, phim do Xou da Xuxa, nascimento da Rádio Salt Cover), e mais uma delas foi de que o Opala deixou de ser fabricado nesse ano, sob protestos dos fãs, que já haviam.
Durante muitos anos, praticamente todos os carros oficiais de políticos foram Opalas, da série Comodoro, com uma curiosa persiana na janela de trás, que eu nunca vi de perto e em nenhum outro carro, e com setas de direção vermelhas, que eu detestava (e o governo também, hoje as setas tem que ser obrigatóriamente laranjas/amarelas). A propósito: posteriormente esses carros foram vendidos pelo governo (um comercial do governo Collor mostrava um taxista de Brasília que tinha comprado um ex-carro oficial, falando que o governo estava reduzindo as despesas, coisa e tal.)

Se eu entendesse um pouco mais de carros, no geral, isso rendia outro blog.

Este final de ano está caminhando para ser pherrado, só de pensar nisso tremo nas bases. Não sei se vou entrar 2009 com cabelos brancos – ou cabelos inexistentes! Espero, pelo menos, fazer o especial de natal da Rádio Salt Cover, antes que seja tarde, e continuar pra valer com isso no começo do ano que vem, se-me-aproveitando-me das férias de CQC, Casseta e Pânico na TV.

Anúncios

0 Responses to “Bozo Memória: Meu pai tinha um Opala”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


VOCÊ CONHECE A FITA VHS “AS GAFES DA GLOBO EM 84”?

Conhece? Tem? Sabe quem tem? Já viu? Clique aqui.

Igor C. Barros Cartoons, o Blog

Feliz 2013! Este é o nosso blog secundário, porquê atendemos atualmente no Tumblr. Só que a compra do Tumblr pelo Yahoo! fez muita gente espontaneamente criar blogs da Wordpress. Seja como for, este blog está semi-de volta, só que diferente, despolitizado, mais maduro, mais velho, mais gordo, com menos cabelos, MAS com os mesmos sonhos:
"Fazer séries de desenho animado em grandes pólos produtores (EUA, Canadá, Japão, Filipinas, México) para que elas, com a máxima qualidade, possam também estar no Brasil, misturando-se às séries que vem do exterior, sem submeter-se aos ditames que regeriam o roteiro de um produto 100% nacional."
"Produzir músicas e/ou podcasts com qualidade equivalente a dos grandes estúdios para download ou streaming na Internet."

A Salt Cover? Desde 2010 ela é composta de mais pessoas além de mim, e atende em www.saltcover.com.br! Está sendo um tanto maltratada pelos nossos trabalhos na vida real, que sustentam o leitinho das crianças, mas está aí, e não morre quem peleia!

Crianças, que dia é hoje? 5:60!

novembro 2008
D S T Q Q S S
« out   dez »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Arquivos Mort… digo, vivos (afinal, estamos na Wordpress)

As últimas do Twitter

Tá com dinheiro sobrando?

Sabe uma coisa que você pode fazer com ele? Doar para o Criança Esperança. Não é piada: pela Internet, você pode doar 24 horas e 365 dias por ano!!! E sem o Aragão te enchendo os pacovás! Duvida? Clique aqui!!

Este blog não é o seu genro, mas é bem visitado

  • 196,033 pessoas nos visitaram e filaram a bóia

ATENÇÃO À DATA DA POSTAGEM

Este blog tem textos escritos desde 2004, e muitos dos links deles ou até mesmo suas informações podem não ser mais válidas.
Eu sei que infelizmente você veio aqui justamente por causa disso, é o Gôógle que é sem noção mesmo. Aproveite que você está aqui, clique no banner lá em cima e veja os posts mais recentes!

Só pra constar, viu

Agora aqui na WP, na página Míusiqui, as músicas que embalaram uma geração, pra você e todo mundo cantar junto! Essas e muitas outras você só ouve na Rádio Salt Cover, mesmo porquê a rádio clandestina da sua quebrada tem um nome a zelar.
Em breve, confira também o nosso perfil no DeviantArt, onde você finalmente vai entender porquê este blog se chama Igor C. Barros Cartoons...

%d blogueiros gostam disto: