Archive for the 'tecnologia' Category

26
mar
10

Quem está certo?

Barbara Gancia (EBand):
“Daqui a pouco, quem quiser informação sem pagar nada por isso, será mal-informado.”
x
André Forastieri (R7):
“Nós nunca pagamos por jornal. E não vamos começar agora.”

Hagan sus apuêstas, señores! Se bem que os bancos também tem culpa no cartório: que tal cartões de crédito para não-correntistas poderem pagaaaaar pelos seus queridos jornaaaaaaaaaaaais?!… Fikdik.

13
fev
10

Cadê você, seu imprestável?

“A vida vem em ondas como o mar, num indo e vindo infinito” (Nelson Motta e Lulu Santos)

Eu estou surpreso com o alto número de acessos que este blog está tendo SEM ATUALIZAÇÕES! No Twitter a mesma coisa, estou escrevendo pouco, às vezes escrevendo mal, e o número de seguidores vai crescendo. Só tenho que agradecer muito a todos vocês. Só no DeviantArt a galera realmente deixa de acessar a baghassa depois de algum tempo sem atualizações (mas isso está para mudarrrr… estou a fazeire alguns desenhos, especialmente pra galera que está vindo do Fauna Urbana)
É que infelizmente é aquela história… eu tenho períodos de intensa dedicação à Internet, e outros períodos em que eu me ausento completamente arrastado pelo trabalho, pelos parentes, pelas coisas da vida que me aborrecem –  ou me  maravilham também (quem me dera dizer: “Desculpem aí, mas nos próximos 4 meses só vou poder teclar de lan houses aqui na Austrália” ou algo assim… infelizmente, isso ainda não aconteceu, como vocês podem notar).
Estamos passando por algumas transformações, com computador novo, incrivelmente ainda aguardando quase 2 meses depois a oportunidade de recuperar os dados dos HDs antigos (mas agradecço ao Bing e ao StartPage, com os quais achei muitas coisas boas por aí). Não posso abrir o computador e colocar os HDs nele  porquê acaba com a garantia , trata-se de um computador inteiro montado e de marca – e também porquê sabe-se lá se tem conectores IDE.

Tem mais coisas também. Quem sabe eu explique isso no próximo programa da Rádio Salt Cover, já em fase de gravações – e rápido, porquê vem aí um tal de Marco Civil da Internet, que apesar de não ter nada a ver com o “Projeto Azeredo” (que parece que foi engavetado) não sei se pode afetar alguma coisa dos nossos projetos. Sonho em morar no exterior, mas não tão rápido assim…

10
nov
09

Negritudes e coincidências entre sites de humor animado

No Charges.com.br, um e-mail chamou nossa atencción:
Reprodução (do texto, grifos nossos)Link original aqui. Eu, ao contrário do missivista, visito de vez em nunca o Mundo Canibal. Só conheci o trabalho deles por algumas animações exibidas há muitos anos atrás pela AllTV e no Pânico na TV, e olhe lá.
Francamente, a Fábrica de Quadrinhos me intimida muito, eles são um desestímulo à todas as coisas que eu faço, até a Rádio Salt Cover! (eles criaram uma espécie de Gorillaz). É um berro na minha orelha, há 10 anos: “Se você não tem tempo pra fazer a Salt Cover, nós temos! E com palavrões!”
Costumeiramente, ás vezes vou a um outro site, mais antigo, e nem sempre tão bom (as primeiras animações do HT, em 2002, são MUITO PIORES do que as primeiras animações do Charges!!). O Humor Tadela, o site mais inpheliz do Brasil. E me deparo com uma manchete que parece pegar carona nesse assunto:
Reprodução (do texto)Às famílias que esitverem nos lendo, desculpem-nos pelo texto accima. Mas, caramba, eles combinaram? Ou é uma alfinetada para os lados de Uberlândia? Enfim, a coincidência só não é maior porquê o caçula dessa turma, o Anima Tunes, se inclui fora dessa. E nós, aqui, só assistimos de camarote, com ingresso phalso comprado do cambista por 14 mil reais…
Já tentei fazer animações em Flash. Ainda quero voltar a tentar…

29
set
09

É R7, Cebolinha, digita direito pra não errar

Note que é a primeira coisa da Record que usa Avant Garde no logo.Senão ele vai pesquisar sobre a banda glunge, folmada por galotas em Seattre (como é que se escleve, mesmo?…)
Gente, estreou o portal R7, da Record, uma espécie de G1, só que sem a Globo.com por trás. O que, por si só, já é uma diferença. Embora o jeito com o qual as seções são colocadas é praticamente o mesmo do G1. O site, portanto, se situa acima do site da Record enquanto emissora de TV. O endereço é curtíssimo: http://www.r7.com/ (bem, também copiando a Globo.com, que dispensa os serviços do honorável CGI.br). O “7”, provavelmente, é oriundo do canal VHF da Record em São Paulo. Só quero ver os numerólogos dizerdo que o nome do portal deveria ser F14 ou algo assim…

Uma curiosidade desde já. Diversos apresentadores e artistas tem blogs, e outros que mal estão o sendo, também, como Carlinhos e Vinícius. Aliás, olha o visual do blog deles. Putz, me sinto lá em Osasco, só falta o Emílio. Aproveitem pra comentar, os fãs deles ainda não descobriram que o blog existe… (PS: Tem fofocas até deles mesmos)
Luciano Szafir (não, não é o Supermém)  também ataca de blog e até fala sobre o novo filme da mãe de seus filhos (01, até agora). O irmão do mais novo apresentador do Phantástico tambem faz um blog que… sei lá, não está carregando direito. Rodrigo Faro, que eu acompanho sua carreira desde o ZYB-Bom, também está na blogosfera barrafundal.
O tradicionalíssimo blog de Rosana Hermannnnnnnn’s também é lá, agora. E foi lá que vimos até agora o primeiro comentário maledicente: “Copiar formato é muito feio, viu?”, assinado por “G1 Rede Lobo”… Tsc tsc, vai comentar no… no blog SodTV!, que tá precisando de comentários!… Vai lá!

O jornalismo parece bem independente, considerando o lugar onde eles estão. Há notícias sobre o Pânico na TV, sobre o Casseta & Planeta, tem uma entrevista com Adriane Galisteu onde ela fala de SBT, Band e Luciana Gimenez. Resta saber como o R7 reagirá ao notíciario a respeito da IURD, quando a guerra estava em curso o portal ainda não existia.

Phabíola Reipert, que frequentava o UOL, agora também tem blog no R7. O jornalista André Forastieri escreve sobre aquela Record, fase Paulo Machado de Carvalho, que as pessoas insistem em enxergar como outra emissora que não é essa que está aí… Programas inteiros tem blogs, como o Jornal da Record (se bem que eu duvido que são mesmo os apresentadores que digitam as coisas, mas vamos em frente) Ah: Daniel Castro agora é livre, você não precisa mais ser assinante do Wally, háááá! É de grátis, meu chuchu!

O site, no entanto, não esconde suas origens. Na barra lateral, há links para a Arca Universal, Rede Aleluia, Line Records (a maioria do público vai clicar lá por engano) e a ainda desconhecida Record Trips, que parece que a sede é em Portugal. Ou seja, sabe aquelas viagens de início de novelas da Globo, que os críticos chamaram de GloboTur? A Record levou o conceito a sério!
[EDIT: Tão a sério que eles devem ter buscado R7 no Google, chegaram ni nóis e já tem comercial da Record Trips no ar, na tela recordal.]

MÃNS… nem tudo são flores, como Chris. [Ih, o honorável Blogaritmox também disse isso, descurpa aê!] O Blog de Cosme Rímoli agora é parte do R7 e já começa chutando o balde, defendendo os Jogos Olímpicos no Brasil (dephendidos também pela revista Época…).
Paulinho
, que faz um blog com posições antagônicas
, também foi convidado a participar do R7 (como uma espécie de “CB” por ele estar sendo processado por Edyr “El Bispo” Maced), e recusou.

Uma coisa que eu noto: As páginas carregam muito bem, e melhor que as do G1. Na verdade, fróide explica: dos sites que eu tenho na Internet, só um carrega assim: o igorcbarros.furtopia.org, porquê ele é muito pouco visitado… Esse é o R7.com, o site que você acessa se não concordar com o G1, e se discordar dos dois, acende um pavio de C4 e explode tudo!…
[EDIT: É que eu acessei o R7 em seu segundo dia de operações. Quem tentou acessar no dia da estreia se deparou com páginas ausentes e de carregamento lento, parece que o público realmente prestigiou o site.]

23
jul
09

Estatísticas, essas senhoras…

Quem diria. O texto do post abaixo é um campeão de audiência deste blog, que não é especializado nessas coisas, é um blog de besteirol, quando não um Muro das Lamentações.  Mas uma das palavras chaves de browsers que foram usadas para chegar até aqui, como direi, me sensibilizou com sua comovente simplicidade:

historias cua tri nho turma da monica

Caro jovem, acho que você queria dizer “histórias em quadrinhos” da Turma da Mônica. Estas podem ser vistas na seção Quadrinhos do site monica.com.br. Firmêzz?? Em breve, posts melhores.

19
jun
09

Adeus, porto seguro

A FizTV vai encerrar suas atividades, antes que a Salt Cover sonhasse em entrar nela. Você, que não tem problemas cardíacos nem de pressão – ou principalmente, se você não for o Théo Becker, continue a ler este post, onde falamos sobre os rumos da Televisão Salt Cover. Acho que a GM e a British Airways andam com rumos melhores… Continue lendo ‘Adeus, porto seguro’

29
out
08

Vida Real: Salvo pelo PETG !

Calma, não é nenhum partido novo!…
Estava eu saindo para o serviço quando minha mãe resolve pagar uma conta no banco, mas no caixa. O problema é que, nessas minhas idas e vindas para o serviço, eu levo e trago um hard disk externo de 500 Gb, um pequeno “tijolo de aço”, em uma sacola de tecido. E fui barrado na porta giratória do banco.
Aí, já meio aborrecido, pois tinha que estar no serviço dali a algum tempo, pus a sacola e tudo naquele espaço no qual as pessoas deixam chaveiros… mas o segurança exclamou no sistema de som: “Tira a mochila!”. A sacola que eu usei abarrotou totalmente a gaveta, e não fosse um pequeno detalhe, quem sabe eu estaria em alguma delegacia.
A parte da frente daquela gaveta era feita de PETG (veja aqui outra matéria). Eu já vinha pesquisando esse assunto há algum tempo, porquê algum dia, quando reunirem-se as condições necessárias (como eu achar um louco que trabalhe com torno mecânico e vacuum forming), tenho grandes idéias para esse material (super sentais, mechas, e o escambal…). O que eu não esperava é que eu iria conhecê-lo pessoalmente, e do pior jeito possível.
Se a chapa que fazia a parte da frente da gaveta fosse de acrílico, o esforço que eu fiz para tirar a sacola iria quebrar aquilo. Só notei que era de PETG porquê a chapa se curvou mais de 4 centímetros sem quebrar. Esse é o material de que são feitas as phamosas garrafas de refrigerante recicláveis, além das melhores embalagens de outros tipos de produtos, como xampus. E consegui entrar no maledetto do banco.

Eu falei de super sentais. Há muito tempo eu deduzi que as armaduras dos heróis japoneses da TV só seriam possívels (com aquele nível de brilho e relativa resistência) se fossem feitas como uma bolha, isto é, um plástico transparente e pintado por dentro – isso é comum em aeromodelismo e carros de controle remoto. O surgimento do PETG deve ter facilitado muito isso, porquê é um material muito mais fácil de fazer a termoformagem, o processo que gera as “bolhas”, e com esse material não tem tempo ruim, operações que não são possíveis no acrílico, são perfeitamente possíveis no PETG, como furar, pregar e lixar a superfície. PENA que eu não estou tendo mais tempo pra mim, nesta vida, porquê já pretendia até mesmo tentar processos de termoformagem caseira, usando forno de fogão, afinal já tenho 3 prováveis phornecedores que provavelmente não vão perguntar o meu CNPJ (veja aqui sobre o uso, digamos, “não-profissional” do PETG em casemod). E, muito provavelmente, foi com esse espírito de “uma idéia na cabeça e uma máquina de vacuum forming na mão” que as produtoras Mesa de Luz e Rede Vida fizeram, respectivamente, suas séries Mega Powers e Tsebayoth.

26
set
07

Boas idéias facilitam a nossa vida

Já que está na moda os grandes blogs falarem sobre grandes empresas (vide o Crocodilo de Aparelho e Atleta & Depressivo), let me pull the brase to my fish, ora bolas. E não, não é rave, não é show de standáp e não é promoção de empresas que anunciam no Pânico na TV!

Uma nova empresa de ônibus, a UseBus, criada em São Paulo, tem uma idéia inovadora: adaptar ao transporte de pessoas em geral o conceito do transporte escolar (eles não dizem, mas basicamente é isso.) Através do cadastro de 30 passageiros, são criadas linhas de transporte através de la ciudad, que levam eles para o destino que eles quiserem através da linha da melhor forma possível, em ônibus de turismo, sem viajar de pé e sem ter que pagar no ato (parece que é via mensalidade o negócio). O objetivo é um só: fazer até 30 carros ficarem en las garágenes!! O site explicita mesmo, é um desestímulo ao transporte individual.
Eles juram de pés juntos que a viagem vai mais rápida do que de “a carro”, porquê existem rotas que só ônibus – inclusive de turismo – podem fazer, nos corredores de ônibus. E quando aqueles outros ônibus surrados, del gobierno, estiverem em greve, os usuários da UseBus nem tchum!

Olha, se essa idéia for bem aplicada, pode dar muito certo. Ecologistas, torçam! Afinal, em São Paulo tem cada vez mais carros e cada vez menos lugar pra eles andarem… é uma média espantosa de 1 carro para cada 2 pessoas (e o que é pior, eu sou a outra…) E aqueles quadros de humor dos Trapalhões, do final dos anos 70, onde eles vendiam a alma pra dar entrada em uma Variant ou coisa que o valha (é disso pra cima) parecem fazer parte do passado, agora…

29
jun
07

IPhone, vá lamber ISoap!!

Mesmo que estivesse disponível, mesmo que eu tivesse dinheiro dando em árvores (a ponto de COMPRAAAAAAR músicas no ITunes) e mesmo que eu fosse heavy user de celular, não compraria um IPhone.
(Não que eu seja “contra os artistas” – é, tá, contra alguns, vai… É que as músicas que eu gostaria de ouvir, com certeza não são vendidas pelo ITunes, mas não são mesmo!)

O aparecchio lançado hoje nos Estados Unídios não tem botões físicos. As teclas do telefone e todas as outras que forem necessárias são virtuais e surgem em uma tela táctil. Ok. Só que esse tipo de tecnologia precisa ser desenvolvido um pouco mais.
Já tive um Palm, que não dá mais pra ser utilizado porquê a tela está desgastada. Ao se mover a agulha sobre a tela, a tela acaba mandando informações erradas para o equipamento, isso é visível principalmente naquele programa onde a pessoa pode fazer anotações no Palm. No meu caso, traços diagonais ligavam o final de cada traçada ao canto inferior esquerdo da tela, não sei por quê! Com isso, tornou-se impossível escrever no dialeto que fazia os caracteres serem reconhecidos. Quem garante que isso não acontecerá com a tela do Iphone?

IPhones, “tô nem aí, tô nem aí…”

E se o post de hoje está ruim, calma que ele ainda não terminou

Incrível: Uma nota do Kibeloco acabou se tornando notícia em todos os portais da Internet. Uma conversa de MSN acabou sendo publicada no Diário Oficial. Esse jornal é uma coisa, viu. Já aconteceram outras barbaridades, decorrentes do fato de que os textos são por demais aborrecidos para seres humanos, e que fazem as vezes eles serem interrompidos ou substituídos por qualquer outra coisa. O líder do grupo Plantão de Notícias, colecionador de gafes da imprensa, tem um “DO” municipal onde um edital se transforma em uma carta de amor… e o que é pior, muito mal escrita!

Mas o melhor foi o que aconteceu no final dos anos 80. Naquela época, o Diário Oficial era feito ainda usando fotocomposição, o sistema antecessor ao computadorizado usando fontes Postscript ou TrueType. E em um trecho de um dos textos, a “fonte” acabou sendo mudada para um set de caracteres em grego, usado principalmente para livros de matemática. O mais curioso ainda é que quem entendia um pouco do assunto conseguia ler os textos, já que existe uma pequena correspondência entre algumas vogais e consoantes…

Enfim, esse Diário Oficial é um jornal pra embrulhar peixe. Sou mais a Gazeta Mercantil, um jornal um pouco mais divertido… ;P

01
dez
06

Planeta China: nem Blu-Ray, nem HD-DVD!

O sucessor do DVD, para os chineses, já está escolhido: o EVD – Enhanced Versatile Disc. Do mesmo tamanho dos DVDs que existem atualmente, o EVD tem, segundo a fonte, 5 vezes mais qualidade de imagem (ô loco, meu) além de guardar mais informações, mesmo sendo do mesmo tamanho!
Todos os processos relativos ao EVD, como codificação de áudio e vídeo, além de (argh) sistema de prote$ão de direitos, foram desenvolvidos na China. Por causa disso, as empresas vão ganhar mais produzindo EVD players do que DVD players. O preço de um deles está extremamente baixo (hoje em dia, pelo preço de um vídeocassete VHS você compra dois ou três, não era assim por volta de 2002, 2003…), fazendo as empresas chinesas quase não terem lucro com DVD players, pelo preço das patentes que precisam pagar à empresas japonesas e estadunidenses.
Entre os desenvolvedores do EVD, somente a marca SVA é conhecida no Brasil. Mas não creio que isso vá ser lançado no Brasil, acho que o EVD vai pegar mais é por lá mesmo, na China (onde gente pra comprar isso não falta), porquê a indústria precisa produzir muitos títulos nesse formato, além dos [ajoelhando-se no chão] *smack* sacrossantos gravadores de EVD de mesa e para computador. Fora as mídias. Na América Latina, o que eu sinto é que o DVD será o “VHS” do futuro, e espero, livre de qualquer tipo de limitações, e um dos dois (Blu-Ray ou HD-DVD) será o padrão de alta definição do mercado. Qual deles? Faço a menor idéia…
O EVD já tem artigo na Wikipedia, ainda um tanto em construção, mas tem.

E mais uma prova de que isso vai ser uma tecnologia local é o CVD – China Video Disc, um sistema que usa CDs, derivado do formato VCD, no qual estão boa parte dos philmes disponíveis no obscuro mercado chinês.
Tõ ficando velho… ainda me lembro quando meu pai ganhou um CD player no consórcio, em 1988, e no manual tinha um aviso para não aumentar muito os ‘agudos’ que poderia danificar os alto-falantes…




VOCÊ CONHECE A FITA VHS “AS GAFES DA GLOBO EM 84”?

Conhece? Tem? Sabe quem tem? Já viu? Clique aqui.

Igor C. Barros Cartoons, o Blog

Feliz 2013! Este é o nosso blog secundário, porquê atendemos atualmente no Tumblr. Só que a compra do Tumblr pelo Yahoo! fez muita gente espontaneamente criar blogs da Wordpress. Seja como for, este blog está semi-de volta, só que diferente, despolitizado, mais maduro, mais velho, mais gordo, com menos cabelos, MAS com os mesmos sonhos:
"Fazer séries de desenho animado em grandes pólos produtores (EUA, Canadá, Japão, Filipinas, México) para que elas, com a máxima qualidade, possam também estar no Brasil, misturando-se às séries que vem do exterior, sem submeter-se aos ditames que regeriam o roteiro de um produto 100% nacional."
"Produzir músicas e/ou podcasts com qualidade equivalente a dos grandes estúdios para download ou streaming na Internet."

A Salt Cover? Desde 2010 ela é composta de mais pessoas além de mim, e atende em www.saltcover.com.br! Está sendo um tanto maltratada pelos nossos trabalhos na vida real, que sustentam o leitinho das crianças, mas está aí, e não morre quem peleia!

Crianças, que dia é hoje? 5:60!

outubro 2021
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos Mort… digo, vivos (afinal, estamos na Wordpress)

As últimas do Twitter

Tá com dinheiro sobrando?

Sabe uma coisa que você pode fazer com ele? Doar para o Criança Esperança. Não é piada: pela Internet, você pode doar 24 horas e 365 dias por ano!!! E sem o Aragão te enchendo os pacovás! Duvida? Clique aqui!!

Este blog não é o seu genro, mas é bem visitado

  • 235.423 pessoas nos visitaram e filaram a bóia

ATENÇÃO À DATA DA POSTAGEM

Este blog tem textos escritos desde 2004, e muitos dos links deles ou até mesmo suas informações podem não ser mais válidas.
Eu sei que infelizmente você veio aqui justamente por causa disso, é o Gôógle que é sem noção mesmo. Aproveite que você está aqui, clique no banner lá em cima e veja os posts mais recentes!

Só pra constar, viu

Agora aqui na WP, na página Míusiqui, as músicas que embalaram uma geração, pra você e todo mundo cantar junto! Essas e muitas outras você só ouve na Rádio Salt Cover, mesmo porquê a rádio clandestina da sua quebrada tem um nome a zelar.
Em breve, confira também o nosso perfil no DeviantArt, onde você finalmente vai entender porquê este blog se chama Igor C. Barros Cartoons...