Comecei a acessar a Internet em 1995, através da saudosa STI BBS. Internet discada, mas sem limites como a de hoje…

Estou na Internet desde 1997, quando fiz o meu primeiro site, em inglês, chamado Igor C. Barros Cartoons, que se dedicava a mostrar os personagens criados por mim desde 1994. Até então, não punha fé nos internautas brasileiros. Mal saberia eu que 11 anos depois eles seriam os vice-campeões em navegação na Web. O site chegou a ter 6 versões diferentes ao mesmo tempo – mas, sem scanner, todas eram chatas pra caramba!

Em 1999 surge o site Tinha que ser o Chaves, o meu site mais bem-sucedido até hoje, sobre as séries mexicanas Chaves e Chapolin, e outras criações de Roberto Gómez Bolaños (o “Chaves” da série).

Em 2000 começa um tempo sofrido: descubro por acaso o site do desenhista e animador Herbie BearClaw (atualmente sem site), que me faz enxergar que os meus desenhos eram muito ruins. Embora já houvesse um número considerável de pessoas que gostava destes… Andaram melhorando ultimamente, mas ainda são uma porcaria, e sei lá o que falta para deixarem de ser. Na verdade, não imaginava que seria possível desenhar daquele jeito – e olha que eu já conhecia o trabalho do Carlos Chagas, pela revista MAD. Aqui no Brasil o pessoal segue uma linha mais mais naïf, o que eu pessoalmente não curto (para os que não confiam na Wikipédia, este outro link tem informações discordantes e possívelmente mais confiáveis).

Desde 2004 comecei a ter um blog na Internet, que eu chamei inicialmente de “I Can’t Believe, it’s the Blog of Igor C. Barros”, porquê os blogs viraram mania muito tempo antes de eu finalmente passar a tê-los. Atualmente são quatro (embora dois sejam sem expressão), e em fevereiro de 2008, paralelamente a todos esses, crio mais este aqui devido aos comentários extremamente positivos que já vi a respeito da WordPress.

Em 2005 comecei uma experiência de vlog que não deu muito certo, porquê perderia os equipamentos para tanto algum tempo depois. Foi aí que pela primeira vez o público em geral conheceu uma brincadeira que vinha de cerca de 10 anos antes, a “Televisão Salt Cover”, uma emissora fictícia que tem um pouco de cada emissora que as pessoas conhecem: novela das oito, Chaves, Jaspion, programas religiosos, infomerciais, programas populares, etc… Muito embora o que a “Cover” mais mostrou até agora foram vinhetas.

Em 2006 entro para o site YouTube, onde os vídeos da “Salt Cover”, curiosamente, começam a ganhar fãs por satirizarem vinhetas famosas colocadas no próprio site. Apesar das críticas à ele, eu, pessoalmente, gosto da maioria dos trabalhos de Hans Donner, ao qual tento imitar em computação gráfica e efeitos visuais em 2D, além de ter feito um tipo de letra com terminações arredondadas, parecido com o do antigo gerador de caracteres da Rede Globo (veja na página Rede Rounded deste blog) .

Um vídeo que satiriza a sequência de slides, colocada quando a emissora saía do ar, chegou a mais de 22 mil visualizações. Alguns fãs vão além e fazem suas próprias vinhetas, também com muito humor. Um deles é profissional e trabalha na área, o outro usa outros programas de computação gráfica com alguns recursos que o nosso não tem.
Devido ao bloqueio do YouTube ao Brasil causado pelo caso Daniela Cicarelli, abro contas em outros sites de vídeo: o europeu Dailymotion e o Videolog, mesmo site no qual fiz o vlog de 2005.  Além de vinhetas, a Salt Cover também apresentou desenhos (um tanto mal) animados originais, como Zicky Zira e os Figurantes Atômicos, uma homengem aos desenhos dos anos 80. A festa meio que termina no início de 2008, por problemas pessoais seguidos por uma intensificação no ritmo do meu trabalho, e todos esses sites estão parados, mas em 2009, há uma chance de novos vídeos serem disponibilizados de forma semi-privada, em ħΦѕрєםαםσгεs đe аґφμινσѕ.

E sem ter nada a ver com as vinhetas da Salt Cover – uma vez que quem encomendou isso não conhece elas – em abril de 2009 acabo produzindo a vinheta da gravadora YB Music, utilizada no filme A Mulher Invisível (transformada em película pela Conspiração Filmes) e que será utilizada em futuros DVDs deles. [Não conta pra eles, mas sonho em ser cliente deles algum dia. Já imaginou essas músicas prodres que eu faço com backing vocals de verdade?…]

Atualmente, o site Igor C. Barros Cartoons é este aqui, onde você pode conhecer os personagens criados por mim à leite com pêra e ovomaltino. E é mais ou menos isso.


8 Responses to “Who’s that cara?”


  1. 2 Fernando Noronha de Lara Mota
    8 de setembro de 2008 às 7:27 pm

    Criei um blog de um programa fictício que é igual aos seus:
    http://www.freewebs.com/rededejavu/dejavuabaixode0.htm

  2. 3 Andy
    12 de outubro de 2008 às 4:50 pm

    BOAS NOTÍCIAS! Seus videos de YouTube não foram tirados do ar!🙂

    > Beleza, Andy, mas pra lá eu não volto não, mesmo com a conta zerada igorcbarros2. A minha vida mudou completamente desde o começo de 2008, apesar de todas as minhas tentativas. E olha que eu ainda estou solteiro… Tá difícil até de fazer a rádio Salt Cover! A rádio, que não tem censura, nem nada, é só um podcast… Ê, limonada! Se algum dia Deus me der a chance de voltar a fazer esse tipo de coisas na Internet, eu queria voltar para alguma coisa um pouco mais segura e garantida, mesmo que com menos divulgação, como a FizTV ou até mesmo mandar propostas para emissoras de televisão via internet como a AllTV. Um abraço, e obrigado pela audiência deste humirde blog.

  3. 4 Luisa Kleemann
    29 de novembro de 2008 às 11:22 am

    Ola pessoal,

    boa tarde, gostaria de saber como devo enviar o curriculum do meu marido para a rede Globo. Queria enviar para a pessoa certa da área certa, nao simplesmente enviar para a sessao de curriculuns. Será que vou conseguir? O que voces acham?

    Bem o Kurt é alemao de Munique, Designer gráfico e está vindo ao Brasil no próximo ano, fala ingles e alemao.

    Desculpe-me a falta de alguns sinais em portugues, meu computador e alemao e nao tenho todos os sinais no meu teclado,

    no aguardo, atenciosamente,

    Luisa Kleemann

    Igor C. Barros > Luísa, este é tão somente um blog, sou “dono” apenas da Salt Cover, emissora que anda em estado de coma, mas vamos lá… Se eu entendi bem, e se você gostaria que Kurt Kleeman trabalhasse em um setor, digamos, mais específico, talvez fosse melhor escrever para a Globo Rio, onde pelo pouco que eu sei, se concentra a parte de design da emissora, com o Hans Donner. Essa parte existe na Globo SP, mas influi só na programação local. E, que eu saiba, o escritório de Hans Donner sempre foi no Jardim Botânico, a antiga sede da Globo, onde atualmente é o jornalismo da emissora.
    Endereço do local segundo o Yahoo Respostas: Rede Globo de Televisão, Rua Von Martius, 22, Jardim Botânico, Rio de Janeiro-RJ, CEP 22460-900 – ou a portaria do outro lado do quarteirão, não sei se faz diferença: Rua Lopes Quintas, 303, Jardim Botânico, idem, CEP 22460-901. Creio que lá eles devam separar a correspondência adequadamente, como fazem para os artistas e jornalistas.
    Se alguém de lá do
    Channel Four ou do Channel Five estiver lendo (esse Google do caramba) do departamento de RH ou de design, tá aí a dica.

    E… Animadores e desenhistas do meu Brasil, aonde estais?…

  4. 5 Gustavo Chagas
    19 de janeiro de 2009 às 10:22 pm

    “That cara” do qual eu e milhares de brasileiros somos fãs, peço pra ti (já deve ter descoberto que sou gaúcho pelo “ti”) que faça um post sobre as afiliadas da Cover de todo o Brasil…seria muito legal ver nossas afiliadas na tela do blog!

    Eu fiz a RTchêS (RS, SC)…fala dela também😀

    Valeu!

  5. 6 Diogo
    4 de fevereiro de 2009 às 5:14 pm

    OI, Igor,

    estava buscando informações sobre as fontes da Globo e vi o seu site. Achei muito bom todo o seu trabalho. Acho que há apenas algumas correções quanto ao espaçamento padrão entre as fontes, o que se pode perceber num anúncio institucional da emissora publicado no jornal O Globo recentemente. Caso você se interesse pela print em PDF, escreva-me no e-mail dipe777@gmail.com.

    No resto, está de parabéns pela pesquisa!

    Abs,
    Diogo.

  6. 4 de março de 2009 às 3:26 am

    Caraca, essa eu não sabia… o tinhaqueserochaves era seu? Nossa, muito do que eu sei do programa foi com esse site! Valeu!

  7. 21 de junho de 2009 às 4:36 pm

    alô Igor
    confesso que sempre achei que voce fosse um sujeito bacana,
    mas mudei de opinião, você é muito legal, seu desempenho na mídia especializada está cada vez melhor, nada como a constância para se provar competência e você é muito constante, constantemente bem,
    parabéns
    do seu puxa saco há anos
    Luiz Galebe

    > Qué isso, rapeize… Falar o quê, depois dessa? Shop Tour, é o canal!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




VOCÊ CONHECE A FITA VHS “AS GAFES DA GLOBO EM 84”?

Conhece? Tem? Sabe quem tem? Já viu? Clique aqui.

Igor C. Barros Cartoons, o Blog

Feliz 2013! Este é o nosso blog secundário, porquê atendemos atualmente no Tumblr. Só que a compra do Tumblr pelo Yahoo! fez muita gente espontaneamente criar blogs da Wordpress. Seja como for, este blog está semi-de volta, só que diferente, despolitizado, mais maduro, mais velho, mais gordo, com menos cabelos, MAS com os mesmos sonhos:
"Fazer séries de desenho animado em grandes pólos produtores (EUA, Canadá, Japão, Filipinas, México) para que elas, com a máxima qualidade, possam também estar no Brasil, misturando-se às séries que vem do exterior, sem submeter-se aos ditames que regeriam o roteiro de um produto 100% nacional."
"Produzir músicas e/ou podcasts com qualidade equivalente a dos grandes estúdios para download ou streaming na Internet."

A Salt Cover? Desde 2010 ela é composta de mais pessoas além de mim, e atende em www.saltcover.com.br! Está sendo um tanto maltratada pelos nossos trabalhos na vida real, que sustentam o leitinho das crianças, mas está aí, e não morre quem peleia!

Crianças, que dia é hoje? 5:60!

dezembro 2016
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivos Mort… digo, vivos (afinal, estamos na Wordpress)

As últimas do Twitter

Tá com dinheiro sobrando?

Sabe uma coisa que você pode fazer com ele? Doar para o Criança Esperança. Não é piada: pela Internet, você pode doar 24 horas e 365 dias por ano!!! E sem o Aragão te enchendo os pacovás! Duvida? Clique aqui!!

Este blog não é o seu genro, mas é bem visitado

  • 190,536 pessoas nos visitaram e filaram a bóia

ATENÇÃO À DATA DA POSTAGEM

Este blog tem textos escritos desde 2004, e muitos dos links deles ou até mesmo suas informações podem não ser mais válidas.
Eu sei que infelizmente você veio aqui justamente por causa disso, é o Gôógle que é sem noção mesmo. Aproveite que você está aqui, clique no banner lá em cima e veja os posts mais recentes!

Só pra constar, viu

Agora aqui na WP, na página Míusiqui, as músicas que embalaram uma geração, pra você e todo mundo cantar junto! Essas e muitas outras você só ouve na Rádio Salt Cover, mesmo porquê a rádio clandestina da sua quebrada tem um nome a zelar.
Em breve, confira também o nosso perfil no DeviantArt, onde você finalmente vai entender porquê este blog se chama Igor C. Barros Cartoons...

%d blogueiros gostam disto: